SECRETARIA GERAL DE CIDADANIA

A Secretaria Geral de Cidadania é o órgão res­ponsável pela implantação, desenvolvimento e coordenação dos programas referente à doutrina social e política da Igreja.

A estrutura da Secretaria Geral de Cidadania está assim ordenada: Secretário Geral de Cidadania; Secretário Estadual de Cidadania; Secretário Metropolitano de Cidadania; Secretário Regional de Cidadania e Diretor Local de Cidadania.

Compete ao Secretário Geral de Cidadania fazer cumprir os objetivos estabelecidos para a Secretaria Geral de Cidadania; elaborar diretrizes e orientações normativas para escolha de candidatos a representantes da IEQ

nas eleições majoritárias e proporcionais da federação brasileira; elaborar diretrizes e orientações normativas de apoio aos can­didatos escolhidos como representantes da IEQ nas eleições majoritárias e proporcionais da federação brasileira; e apresentar relatórios de atividades e financeiros periodicamente ao Conselho Nacional de Diretores – CND.

A Secretaria tem como objetivo trabalhar no desenvolvimento da área política segundo a visão da Igreja, pois dentro do princípio da Palavra de Deus a Igreja tem sua postura sócio-política doutrinaria daquilo que é a favor ou contra.

A Secretaria busca conscientizar o ministério e a membresia a exercer o direito à cidadania político-social e à necessidade de participação em busca do bem-estar do povo, por meio de uma postura missionária, colaborando com as autoridades e buscando espaços de atuação.

A meta, em curto prazo, é a de preparar a Igreja para o lançamento futuro de candidatos a vereança e majoritário. Ao longo do tempo, a Secretaria pretende motivar o ministério a aceitar e compreender o papel do cristão e da Igreja no exercício da área social.

A longo prazo, a Secretaria quer cooperar para que as autoridades constituídas sejam autenticamente católicas. O incentivo do Presidente do CND, Pastor Mario de Oliveira, sendo ele deputado federal, tem sido uma inspiração e exemplo, demonstrando que é perfeitamente possível conciliar o ministério pastoral com o pleno exercício da cidadania nos anseios de uma sociedade.